domingo, 29 de janeiro de 2012

Estranha mania

Palavras do João 14.

Olha só que achado.

Sabemos que os filhos do Seu Aristeu foram "marcados na paleta" e o hábito de escrever e ler foram, e são, uma constante nesta trajetória. Eis que, conversando aqui e ali, e dando um vistaço na tal da internet e buscando a informação correta direto da fonte descobri que essa "estranha mania" se estendeu para outros ramos da família, nossos primos. 

Pois, com alegria te apresento: Andréia dos Santos Werle, filha da nossa prima Téia, neta do Tio Tinzo

Olha só a prosa da guria:


Ela

"Ela acorda na madrugada sem saber a hora certa.
Nem importa.
Está ali, sozinha.
Ela e seus demônios.
Seus medos.


Não tem para onde fugir,
para onde correr.
Precisa enfrentar ou se entregar.
E eles a atraem como um amante.


Sozinha no quarto,
olha no espelho.
Tão jovem e tão velha,
ao mesmo tempo uma estranha aos próprios olhos,
sem vontade de lutar contra sua própria natureza.
Seu instinto de fêmea.
E, nas horas mortas da noite,
quando até os demônios se entregam
aos seus devaneios loucos,
ela se despe de seus preconceitos
e se revela como realmente é,
sem esmaltes,
sem retoques.
Só.


A noite sabe dos seus segredos,
dos seus desejos,
da sua alma impura,
da sua mente inquieta ...
quando a porta se abre ... ".

Andréia dos Santos Werle


Nenhum comentário:

Postar um comentário